Santarém – PA

Santarém – PA

Dez anos após a fundação de Belém, quando Pedro Teixeira explorava o rio Amazonas, assistido por Frei Cristóvão de São José, com 26 soldados e numerosos índios, aportou na aldeia de Tupuliçus, na foz do Rio Tapajós.
A expedição foi bem sucedida, visto terem os índios, anteriormente entrado em contato com os civilizados, principalmente espanhóis que ali haviam passado gerando as boas relações que mantiveram em proveito da nova povoação, que dali surgiria, posteriormente, Pedro Teixeira descobriu o Rio Tapajós.
Coube aos jesuítas a fundação de uma aldeia com fins missionários, no lugar onde o padre Antônio Vieira esteve no primeiro semestre de 1659; do desenvolvimento dessa aldeia originaram-se outras povoações como as de São José dos Matapus, hoje Pinhel em 1722 – Tupinambarana ou Santo Inácio – atual Boim em 1737 e Borari, hoje Alter do Chão, em 1738.
Com o progresso das Missões, Francisco da Mota Falcão iniciou, a construção de uma fortaleza, a qual foi terminada por seu filho, Manoel Mota Siqueira em 1697. Essa fortaleza tinha a forma quadrada, com baluartes nos ângulos, foi o núcleo da Vila que deu origem a cidade de Santarém. Em 1762, achando-se em ruinas, foi a fortaleza reconstruída, passando daí por diversos reparos, porém hoje nada mais existe. Santarém foi elevada à categoria de vila em 14 de março de 1758, quando ocorreu sua instalação, ocasião em que lhe deu o nome português de Santarém, substituindo as denominações indígenas por topônimo de Portugual.

© | 2011 O Seu Portal de Negocios do Brasil!!!

Web Otimizada